O Judô

Conheça a história, as técnicas e as formas do judô.

 
HISTÓRIA DO JUDÔ

    O Judo foi fundado por Jigoro Kano, que na juventude começou a praticar Jujutsu como forma de fortalecer seu corpo frágil. Kano estudou os estilos Tenjin Shinyo-ryu e Kito-ryu do Jujutsu clássico, eventualmente dominando seus ensinamentos mais profundos, e complementou esse treinamento com um ávido interesse em outras formas combativas também. Integrando o que considerava os pontos positivos destes com suas próprias idéias e inspirações, ele estabeleceu uma revisão da maioria de técnicas físicas, e também transformou o princípio tradicional do Jujutsu de "derrotar a força por meio da flexibilidade" em um novo princípio de "uso eficiente máximo do físico e energia mental. " O resultado foi um novo sistema teórico e técnico que Kano sentiu que atendia melhor às necessidades das pessoas modernas.

    A essência desse sistema, ele expressa no ensinamento "uso eficiente máximo de energia", um conceito que ele considerou a base das artes marciais e um princípio útil em muitos aspectos da vida. A aplicação prática deste princípio, ele sentiu, que poderia contribuir muito para o desenvolvimento humano e social, incluindo "prosperidade mútua para si e para os outros", que ele identificou como o objetivo adequado do treinamento. O que Kano havia criado transcendia a mera técnica para abraçar um conjunto de princípios para o aperfeiçoamento do eu. Para refletir isso, ele substituiu jutsu (técnica) na palavra "Ju-jutsu" pelo sufixo DO (caminho) para criar um novo nome para sua arte: judô. Seu local treinamento ele chamou de "Ko-do-kan" ou "um lugar para ensinar o caminho".

Jigoro Kano.jpg

    Kano também foi elogiado como "o pai da educação física japonesa". Como diretor da Escola Normal Superior de Tóquio, ele estabeleceu um corpo docente de educação física geral com o objetivo de treinar professores capazes de levar educação física de qualidade aos jovens japoneses. Ele também ajudou a fundar a Associação Japonesa de Esportes Amadores (Japan Sport Association) e, em 1909, tornou-se o primeiro membro asiático do Comitê Olímpico Internacional. Kano viajou para o exterior treze vezes, dando palestras e demonstrações de judô, a fim de apresentar sua arte a pessoas ao redor do mundo.

    Hoje, a Federação Internacional de Judô inclui representantes de cerca de 204 países e regiões (em 2020), com praticantes de todas as faixas etárias vestindo uniformes de judô e subindo no tatame para forjar suas mentes, corpos e espíritos.

 

    O trecho a seguir é uma parte do preâmbulo dos estatutos da Federação Internacional de Judô:


O judô foi criado em 1882 por Kano Jigoro Shihan. Como um método educacional derivado das artes marciais, o judô se tornou um esporte olímpico oficial em 1964 (após ter sido nomeado como um esporte de demonstração nos Jogos Olímpicos de Tóquio em 1940, que foram cancelados devido a conflitos internacionais). O judô é um esporte altamente codificado em que a mente controla a expressão do corpo e é um esporte que contribui para a formação do indivíduo. Além de competições e combates, o judô envolve pesquisa técnica, prática de katas, trabalho de autodefesa, preparação física e aguçamento do espírito. Como uma disciplina derivada de tradições ancestrais, o judô foi concebido por seu Mestre Fundador como uma atividade eminentemente moderna e progressista.

AS TÉCNICAS DO JUDÔ
 
NAGE WAZA(68 TÉCNICAS)
KATAME WAZA(32 TÉCNICAS)

* Técnica proibida.

* Técnica proibida.

O KATA
 

    Existem duas formas principais de praticar Judô: Kata e Randori. Kata, que significa literalmente "forma", é praticado seguindo um sistema formal de exercícios pré-determinados, enquanto Randori, que significa "prática livre", é praticado livremente. Por meio da prática do Kata, os judocas aprendem os princípios das técnicas. Na Kodokan são adotados nove katas, são eles:

    Três técnicas representativas são escolhidas de cada um dos cinco Nage wazas: Te waza, Koshi waza, Ashi waza, Ma sutemi waza e Yoko sutemi waza.

TE WAZA
KOSHI WAZA
ASHI WAZA
MA SUTEMI WAZA
YOKO SUTEMI WAZA
Uki otoshi
Uki goshi
Okuri ashi harai
Tomoe nage
Yoko gake
Seoi nage
Harai goshi
Sasae tsurikomi ashi
Ura nage
Yoko guruma
Kata guruma
Tsurikomi goshi
Uchi mata
Sumi gaeshi
Uki waza

    Cinco técnicas modelo são escolhidas de cada um dos três Katame wazas: Osaekomi waza, Shime waza e Kansetsu waza.

OSAEKOMI WAZA
SHIME WAZA
KANSETSU WAZA
Kesa gatame
Kata juji shime
Ude garami
Kata gatame
Hadaka jime
Ude hishigi juji gatame
Kami shiho gatame
Okuri eri jime
Ude hishigi ude gatame
Yoko shiho gatame
Kataha jime
Ude hishigi hiza gatame
Kuzure kami shiho gatame
Gyaku juji jime
Ashi garami

Consiste nas técnicas contundentes em Idori (posição ajoelhada)  e em Tachiai (em pé).

IDORI
TACHIAI
Ryote-dori
Ryote-dori
Tsukkake
Sode-tori
Suri-age
Tsukkake
Yoko-uchi
Tsuki-age
Ushiro-dori
Suri-age
Tsukkomi
Yoko-uchi
Kiri-komi
Ke-age
Yoko-tsuki
Ushiro-dori
-
Tsukkomi
-
Kiri-komi
-
Nuki-gake
-
Kiri-oroshi

Fonte: KODOKAN (Japão) (org.). Kodokan Judo Institute. 2021. Disponível em: http://kodokanjudoinstitute.org/en/. Acesso em: 20 set. 2021.

Construindo um so judo - linhas.png
Construindo um so judo - linhas.png
Construindo um so judo - linhas.png
Construindo um so judo.png
Construindo um so judo - linhas.png
Construindo um so judo - linhas.png